QUE BENEFÍCIOS TRAS O RPM

O RPM Cycling busca a aptidão física para o dia a dia e o bem estar. Sendo um trabalho cardiovascular ele proporciona um desafio considerável através de diferentes terrenos, cadências e posturas. Baixos padrões de coordenação e o ajuste da resistência feito pelo próprio aluno encorajam uma grande população a participar, completar o treino, atingir metas pessoais e voltar novamente. A estrutura e o conteúdo do programa geram uma demanda nos sistemas energéticos neuromusculares, ao passo que gera uma série de benefícios no sistema cardiovascular, resistência muscular e queima de gorduras. Para os adeptos fervorosos de ginástica em grupo o RPM Cycling é um treino cruzado interessante e para aqueles que fazem uma atividade física mais moderada é um ótimo treino cardiovascular. Para aqueles que não estão habituados á prática de atividades aeróbicas esta é uma opção mais amistosa de iniciação ao exercício em grupo com música. Para iniciantes e para aqueles com um histórico de lesões ligadas ao alto impacto a natureza isenta de impacto do ciclismo faz do RPM Cycling uma opção muito atrativa.

• Emagrecimento: a natureza intervalada do RPM Cycling exige grande demanda do sistema aeróbio resultando em uma rápida depleção dos “armazéns” de glicogênio. Durante o processo de recuperação ocorre aparentemente grande demanda por gorduras como fonte de energia.
• Ganhos de força: geralmente são expressos através de uma maior resistência de força nos membros inferiores, isto é, por quanto tempo se consegue pedalar e que resistência se usa. Estudos indicam que a maioria dos músculos existentes nas pernas são solicitados durante as fases do ciclo do pedal, incluindo grupos estabilizadores das costas.
• Densidade óssea: um fator chave no estímulo para aumento da densidade óssea é a prática de atividades mais intensas do que as do seu dia a dia. Estudos sugerem que o treino intervalado, a exemplo do que ocorre no RPM Cycling, é um método efetivo para o aumento da densidade óssea, além dos demais benefícios relacionados a prática de exercícios aeróbios regulares.
• Aumento da disposição: o treinamento intervalado conduzido através da música estimula a secreção de hormonas (endorfinas) e promove emoções que reforçam a experiência positiva do exercício. É largamente aceieo que as formas de movimento que interpretam a música dramaticamente podem também ter efeitos terapêuticos emocionais. Os alunos assíduos das aulas de RPM Cycling experimentam sentimentos com prontidão, vigor e vitalidade.
• Sociabilização: pedalar sozinho exige disciplina e motivação própria. O contato social do RPM Cycling gera uma opção atrativa para os menos disciplinados e menos motivados. Exercitar-se desta maneira também oferece grande potencial para interagir com outras pessoas, encorajar uma experiência memorável e a aderência.
• Saber o que esperar numa sessão de treino: a estrutura pré-coreografada permite que não tenha “surpresas desagradáveis” decorrentes da cíclica falta de motivação dos professores. As aulas têm sempre a mesma curva de esforço e o aluno pode vir em qualquer dia sem perder o princípio da adaptação.
• Evitar lesões por empirismo na elaboração do programa: o RPM Cycling é testado trimestralmente, confirmando a segurança das aulas antes de serem aplicadas para si.
• Opções para os novatos: o RPM Cycling permite que qualquer pessoa sem restrição médica possa treinar, posto que a curva de esforço pode ser mais ou menos intervalada dependendo do aluno.
• Mais atenção do professor: apresente-se sempre ao professor quando é a primeira vez para que ele lhe possa ajudar antes durante e depois da aula terminar,para que o professor  o teste antes de começar a pedalar e  permite que o professor o tenha como foco principal, e não a coreografia da aula.
• Discoteca RPM: cada professor tem dezenas de músicas e coreografias para cada trecho da aula, criando combinações infinitas que agregam mais valor  pela diversidade musical.
• Maior consumo calórico: o RPM Cycling é comprovadamente o maior “calorie killer” do mercado, consumindo médias entre 700 e 840 Kcal* devido à maior alternância de intensidades e giros do programa.
• Lançamentos das novas aulas: os eventos de lançamento dos novos “mixes” garantem a renovação da motivação entre os alunos e fazem parte do folclore do programa.

(*) Pesquisa com homens entre 25 e 44 anos.

 http://www.bodysystems.net

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: