EFEITOS DO EXERCÍCIO RESISTIDO EM MULHERES IDOSAS PORTADORAS DE OSTEOPOROSE

Osteoporose é caracterizada pela redução da densidade mineral óssea (DMO), levando a um aumento da fragilidade esquelética e do risco de fracturas. Esta patologia representa importante questão de saúde pública em função de sua alta prevalência e seus efeitos na saúde física e social dos idosos, afetando a autonomia e gerando diversos gastos com tratamento e reabilitação. Como medida de prevenção a prática regular de exercícios físicos aliados à terapia de reposição hormonal e uma alimentação balanceada vem sendo preconizados. Neste contexto, a utilização de exercícios resistidos tem demonstrado importante relevância na manutenção da massa óssea, por promover estímulo mecânico que leva à osteogênese, reduzindo a incidência de osteoporose. Diante do exposto, o objetivo do presente estudo foi reunir resultados de pesquisas envolvendo os efeitos do exercício resistido como medida preventiva da osteoporose, buscando expor a actual situação do conhecimento científico neste assunto. A metodologia usada foi de pesquisa bibliográfica. O exercício resistido age positivamente na promoção da saúde global do praticante devido à sobrecarga gradativa e controlada que este treinamento envolve. No que se refere aos benefícios osteogênicos, o exercício resistido apresenta-se como estímulo eficaz na obtenção de uma maior resistência óssea, por oferecer considerável sobrecarga tensional. Como estratégia para o tratamento complementar da osteoporose o treinamento com pesos tem demonstrado resultados positivos na manutenção da massa óssea em mulheres na pré-menopausa, mantendo esses benefícios durante a pós-menopausa. Estes ganhos tornam-se ainda mais importantes visto uma relação positiva independente entre a força muscular e densidade mineral óssea (DMO), onde a massa muscular tem contribuição importante para a DMO. Pode-se concluir que ambas as formas de exercício, aeróbio e resistido, contribuem para a prevenção e o tratamento da osteoporose, no entanto o exercício resistido vem sendo apontado como melhor promotor osteogênico, pelas ações mecânicas que este proporciona.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: