6 ERROS COMUNS NA NOSSA ALIMENTAÇÃO

boa tarde.

Hoje venho aqui falar um pouco sobre os 6 erros comuns na nossa alimentação.

Os erros numa dieta podem ser cruciais para prejudicar qualquer plano alimentar. Seja perda de gordura, aumento de massa muscular magra ou até mesmo manter o peso, a dieta é fundamental para o objectivo. Mas afinal qual é o motivo? Será que está a conseguir lá chegar?

Conheça alguns dos erros mais frequentes e comuns que que podem atrapalhar toda a nossa alimentação saudável.

 

1 – Quantidades erradas de carbohidratos

Carbohidratos fornecerão energia para o seu corpo diariamente, além de promover o acúmulo de glicogênio intramuscular, aumentando ainda mais o volume do músculo e, consequentemente, causando microlesões nos mesmos. Além disso, sem carbohidratos, dificilmente haverá energia para a construção do músculo pós-treino.

2 – Baixa quantidade de lipídos

Ao contrário do que muitos pensam, lipídos são importantíssimos na dieta, pois são matéria prima hormonal e também ajudam no fornecimento extra de energia ao corpo. Também são importantes nos processos anabólicos.

3 – Quantidades erradas de proteínas

Sem proteínas, o corpo não consegue transformar os aminoácidos no DNA específico para construir os músculos. Proteína então é a matéria prima para todo este processo. E não só para ele, afinal o corpo é, necessariamente constituído de proteínas. E os processos biológicos também. Por outro lado, atenção não se encham de proteína. Faz mal aos rins, fígados e outros podem vir a aparecer.

4 – Quantidades erradas de fibras

Muitos substimam as fibras que, ajudam num melhor fluxo do intestino, redução de mau colesterol,  melhoram a absorção de nutrientes, fazem com que os mesmos permanecam por mais tempo no organismo entre outros. Mas fique sempre alerta, afinal, o exagero pode trazer riscos na absorção de alguns micro-nutrientes.

5 – Má gestão de hórarios no que diz respeito ás refeições

Para que o metabolismo esteja sempre activo e ir construíndo os músculos, é necessário fazer várias refeições a fim de promover matéria prima para todo o processo. Recomenda-se comer de 3 em 3 horas, mas este processo facilmente pode ser de 1 em 1 hora quando se ganha a prática nos processos insulínicos individuais no corpo. Sem comida, não há músculo. Logo, comer 2 ou 3 vezes ao dia, JÁ MAIS lhe trarão bons ganhos.

6 – Pré-treino fraco

O pré-treino é a refeição mais importante do dia. Mas frequentemente vejo nutricionistas mal informados recomendando uma xícara de chá com 2 torradas e uma fruta antes do treino. Pior coisa que se pode fazer! Os níveis hormonais, o desempenho e outros factores são mais bem aproveitados com uma óptima refeição antes do treino, contendo boas quantidades de carbohidratos, proteínas médias e gorduras/fibras baixas. Então, esqueça já as duas fatias de pão com peito de peru e uma fruta e COMA ALGO MAIS ENERGÉTICO ANTES DO TREINO.

O Intervalo médio entre o pré-treino e o treino deve ser de no MÁXIMO 70min.

Conclusão:

Com isto, concluímos que podemos evitar estes erros básicos, trazendo melhores ganhos musculares.

 

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: